Entrevista com Dilma Bolada | Ficção, Humor e Política no Facebook

Sem Título-1

Perfil Fictício Dilma Bolada, Facebook Brasil

Com a máxima “Sou a Rainha da Nação, a Diva do Povo, a Soberana das Américas… Sou linda, sou diva, sou Presidenta. SOU DILMA!”, o perfil fictício da Presidente do Brasil, ultrapassa um milhão de seguidores no Facebook.

A personagem fictícia Dilma Bolada, “diva do povo”, criação de Jeferson Monteiro, destaca-se pelo humor. Com alto índice de popularidade, o perfil recebeu diversos prêmios, tais como o “youPIX” (dois anos consecutivos),  “Shorty Awards” (2012). Em 2013, a sátira Dilma Bolada foi eleita o “Melhor Fake do Mundo”. Ainda no mesmo ano foi premiado como a Melhor Ação em Redes Sociais no Brasil.

Encontro Dilma e Jeferson

Encontro Dilma Rousseff e Jeferson Monteiro (Setembro 2013)

 A rapidez e precisão com que são criadas as peças humorísticas e a aproximação com fatos reais, convida o espectador a interagir com a personagem. Através da rede social Facebook, a audiência entra no jogo participativo onde crítica social e humor desenrolam-se por entre comentários e partilhas de conteúdos.

Dilma Bolad

Dilma Bolada/Facebook (Copa do Mundo Brasil, 2014)

 

O Media4Freedom conversou com o autor da criação para entender mais sobre o que é e o que representa a Dilma Bolada para os usuários da rede.

Media4Freedom – Como surgiu a ideia para a criação da personagem “Dilma Bolada”?

Jeferson Monteiro – Quando criei a conta da Dilma Bolada no twitter em abril de 2010 foi uma iniciativa de proteger a imagem da Dilma na rede. O PT (Partido dos Trabalhadores) criou a conta com o username @dilmabr, na época muitas pessoas se aproveitavam da semelhança entre a letra L minúscula com o I maiúsculo para criarem fales e se passarem por famosos e personalidades. Temendo que isso ocorresse com a Dilma, então resolvi criar a conta para assegurar o username. Somente depois que comecei a escrever uma coisa ali e outra ali, até a personagem ser do jeito que conhecemos hoje. O processo de construção dela é permanente e constante.

 M4F – Como você caracteriza a personagem Dilma Bolada? Qual é o seu espaço e pretensões?

JM – Eu, como a maioria das pessoas, enxergo a Dilma Bolada como um espaço de humor. Mas ela não se restringe a isso. A personagem foi mudando ao longo do tempo, com a Dilma Bolada conquistei muito espaço e reconhecimento na internet no Brasil. Hoje são mais de 1,5 milhão de seguidores, desses, 1 milhão apenas no Facebook, a personagem está em todas as grandes redes sociais e o engajamento  é  surpreendentemente  alto  em  todas  elas.  Diante disso, a  Dilma Bolada  se  tornou  parte  do  cotidiano  dessas  centenas  de  milhares  de  pessoas  e pretendo, cada vez mais, expandir seu conteúdo sem perder sua essência.

 M4F – Você sempre foi envolvido em assuntos referentes à política, ou “iniciou-se” a partir da criação da Dilma Bolada?

JM – Eu sempre gostei muito do mundo da política, da forma pura e essencial da coisa, desde os tempos de escola. No entanto, eu pouco entendia. Com a Dilma Bolada que eu passei a entender um pouco mais de como as coisas funcionam. Eu acabei me politizando mais e, por consequência, informando um monte de gente.

M4F – Há um diálogo permanente com a presidente Dilma Rousseff?

JM – Não, infelizmente (rs). Nosso único contato foi no dia do encontro, depois disso nunca mais falei com ela.

Encontro Dilma e Jeferson

Encontro Dilma Rousseff e Jeferson Monteiro (Setembro 2013)


M4F –
A presidente opina sobre as publicações? Houve algum momento em que ela pediu para que retirasse algo ou que não abordasse algum assunto?

JM –  Nunca, pelo contrário. Lembro que quando estive no Palácio, junto com ela, fui mostrar um tweet meu e ela fez questão de deixar claro que era pra eu fazer da forma como eu sempre fizera porque era ótimo.

 M4F –  Como foi o encontro com a Presidente do Brasil? Quem contatou quem?

JM –  O então Porta-Voz da Presidência, hoje Ministro-Chefe da SeCom, Thomas Traumann, me ligou e falou da ideia. Na mesma hora topei.

 M4F –  Tenho lido em alguns lugares que após o sucesso de Dilma Bolada, a Presidente resolveu reativar a sua conta no Twitter para se aproximar dos jovens que têm movimentado  as  redes  sociais  com  “contras”  ao  governo. O que você acha disso?

JM – Eu acho que a volta ao Twitter e a presença do Governo em várias outras redes sociais (como Facebook, Instagram e Vine) veio num momento oportuno. A comunicação do Governo era muito distante de todos que  estão  nas  redes sociais. Com isso, notou-se essa lacuna e uma solução para ela.

M4F – O “Dilma Bolada” tem assumido características a favor do governo. Ressalta fatos  cotidianos  e  apresenta  uma  presidente  “bolada”  com  críticas sociais, culturais; fatos atuais. Ela é simpática e amiga do povo. A personagem (Dilma  Bolada)  foi  criada  com  qual  intuito?  Houve  alterações  no  percurso  de criação e desenvolvimento da personagem?

JM –  Nunca houve nenhuma mudança na essência principal da personagem, ou seja, Dilma Bolada sempre foi uma Dilma competente, amiga, simpática, popular que está  por  dentro  de  tudo  e  fala  como  o  povo,  da  forma  que  todos  entendem, sobretudo os jovens. Essa história de que mudei o discurso é uma tentativa de me desmoralizar inventada por militantes do PSDB. A prova disso é que basta ver os posts antigos lá na página ou os primeiros tweets da Dilma Bolada. Eu gosto da Dilma e ao que for possível vou ajudá-la nessa campanha covarde de mentiras, boatos e difamações que estão fazendo contra ela.

M4F – Tanto na página do Facebook quanto no Instagram, fotografias pessoais, antigas e  atuais  da  Presidente  têm  feito  parte  das  peças  produzidas  para  estas  redes sociais. Alguns vídeos e áudios também. Como é feita a triagem deste material e como ele surge? Qual a fonte?

JM –  Na verdade, hoje eu tenho muita coisa. No começo eu trabalhava em cima da demanada. Hoje tenho um banco de imagens com fotos de tudo que é jeito dela. Fui organizando aos poucos, todos os dias ia dando uma olhada,  pesquisando, em diversos sites, bancos de fotos e no próprio Google. Nem sempre tenho o que quero, mas hoje tenho tanta coisa que algumas pessoas acham até que eu tenha alguma  fonte.  Mas  a  verdade  é  bem  como  disse  um  seguidor  meu  certa  vez: “Tenho  a  impressão  que  Dilma  Bolada  tem  todas  as  fotos  possíveis  da  Dilma esperando apenas o momento certo para usar.”. É bem por aí…

M4F –  Como você descreve a recepção social da “Dilma Bolada”? Você acredita que sua  personagem  fortalece  ou  ajuda  a  construir  uma  imagem  positiva,  alegre  e divertida da Sra. Presidente Dilma Rousseff?

JM –  Eu  acho  que  uma  coisa  implica  outra. Ao  longo  de  todo  esse  tempo,  ajudei  a construir uma figura mais humana da Dilma, não em cima da pessoa da Dilma, mas sim em cima do peso que o cargo exige. As pessoas passaram a se sentir mais  próximas  daquela  que  é  a  maior  autoridade  do  país,  isso  nunca  havia ocorrido antes. Onde alguma atividade rotineira(como uma reunião, viagem ou decreto)  gerava  buzz  na  internet?  Isso  não  existia  e  eu  só  fui  percebendo  isso conforme  o  tempo  ia  passando.  A  Dilma  Bolada  tem  um  certo  impacto  na imagem da Dilma Rousseff e vice-versa.

M4F –  Qual a imagem que a Presidente Dilma Rousseff passa a você?

JM –  Uma imagem de uma mulher forte, honesta, que está sobretudo muito engajada para  transformações  de  médio  e  longo  prazo  para  o  país. Acredito  que  Dilma passa, não só pra mim mas pra todo mundo, a ideia de uma mulher guerreira, trabalhadora que está tentando fazer um país melhor.

Jeferson Monteiro, criador do Perfil Fictício “Dilma Bolada”

 

** Entrevista concedida à Bruna Grassi, colaboradora do M4F, transcrita na íntegra.**

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s